Home > Notícias > Arezzo compra operação da Vans no Brasil por r$ 50 milhões

Notícias

Arezzo compra operação da Vans no Brasil por r$ 50 milhões

9 outubro 2019 | Notícias do Varejo

O grupo Arezzo &Co, que controla a marca homônima e também Schutz, Anacapri, Alexandre Birman, Fiever e Alme, anunciou nesta quarta-feira (2) que irá assumir a operação da Vans no Brasil, em acordo fechado com a controladora da marca mundialmente VF Corporation, que tem em seu portfólio companhias como Timberland, The North Face e Kipling.

O acordo prevê que o grupo brasileiro irá assumir a distribuição exclusiva dos calçados, roupas e acessórios da marca e comprará ativos como lojas, estoques e centros de distribuição. A transação será de R$ 50 milhões em acordo que durará cinco anos, com possibilidade de extensão de dois anos caso metas operacionais e financeiras sejam atingidas. A mudança de controle da Vans Brasil para a Arezzo entra em vigor no primeiro dia de 2020.

A Arezzo poderá também abrir novas lojas e operá-la por conta própria ou conceder a terceiros os direitos da exploração comercial da marca. Eles poderão também estabelecer novos fornecedores e firmar novos contratos para a venda online dos produtos ou até mesmo abrir e-commerce próprio. A VF Corporation fazia a operação da Vans no Brasil desde 2016, e em janeiro deste anunciou a pretensão de repassar o controle da marca no País.

“A parceria com a VF é um passo decisivo para aprofundarmos nossa estratégia de transformação da companhia em uma plataforma de gestão de marcas”, diz Alexandre Birman, CEO da Arezzo&Co. “A Vans, expande nossa base de clientes, passando a dialogar com um novo perfil de consumidor e a atuar em novas categorias – vestuário, infantil e masculino.”

Em relação à compra dos ativos Vans, a companhia informa ter assumido a obrigação de pagar cerca de R$ 50 milhões, no prazo de até 150 dias após o fechamento da operação, sendo R$ 45 milhões em capital de giro referente a estoques (em centro de distribuição e em trânsito) e o restante em ativos fixos (incluindo quatro lojas)- cujo valor final será determinado de acordo com o volume final de ativos Vans existentes na data do fechamento da operação.

O fechamento da operação de aquisição dos ativos, destaca a Arezzo, está sujeito a satisfação de determinadas condições, incluindo a aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).


Fonte: IstoÉ Dinheiro

Este portal e suas ferramentas utilizam cookies para seu perfeito funcionamento como descrito nas políticas do site. Se quiser saber mais ou quiser bloquear os cookies veja aqui. Política de cookies.
Ao fechar esta banner, rolar esta página, clicar em um link ou continuar a navegação de qualquer outra forma, você concorda com o uso de cookies. Aceito