Home > Notícias > Renner está "otimista com moderação" para o fim de ano

Notícias

Renner está "otimista com moderação" para o fim de ano

13 novembro 2018 | Notícias do Varejo

O cenário desafiador da economia brasileira está ficando para trás. A confiança dos consumidores deve melhorar após o 2º turno da eleição, animando-os para a Black Friday e o Natal, diz o diretor financeiro e de relações com investidores das Lojas Renner, Laurence Gomes. Mesmo com os clientes ainda desconfiados com o rumo do país, a varejista de obteve receita líquida 11,3% maior no terceiro trimestre, de R$ 1,9 bilhão, superando estimativas dos analistas.

Esse cenário leva a companhia a projetar neste trimestre expansão das vendas nas mesmas lojas – abertas há mais de 12 meses -, em linha com o mesmo período de 2017, quando houve alta de 8,7%. No fim de setembro, o indicador avançou 6,9%, uma retração de 6,5 pontos percentuais ante um ano atrás. No momento, os sinais são positivos, considerando que a coleção primavera-verão está sendo bem aceita pelo público. “O período começou bem, mas ainda é cedo para falar sobre desempenho”, disse o executivo ao Valor.

Gomes afirmou que a Renner está “otimista com moderação” para o período mais aquecido em vendas. “O Natal deverá ser bom, mas nada exuberante. Também nos preparamos para a Black Friday [que ocorre no fim de novembro] com bastante antecedência”. Pertencentes à Renner, as marcas Camicado, Youcom e Ashua, disse ele, estão preparadas para crescer.

O orçamento para 2019 ainda está sendo definido, mas as expectativas com a economia estão em linha com as do mercado. O Boletim Focus, divulgado pelo Banco Central (BC) na última segunda-feira indicou que o PIB deve crescer 2,49% no próximo ano. “Acredito em um ano com crescimento econômico. Isso será possível devido à inflação e à taxa básica de juros em patamares baixos. Entretanto, há o desafio para retomada dos investimentos e a melhora do nível de desemprego, que indicou melhora em setembro”, observou Gomes.

Entre as premissas para o próximo ano está o avanço da digitalização. Os clientes que compram no site da Renner, por exemplo, conseguem retirar os produtos nas 340 lojas. Segundo o executivo, um grande número de consumidores está optando por retirar o pedido nos estabelecimentos, situação que acaba gerando venda adicional. Em poucos meses de operação, o tíquete e a frequência desses clientes são maiores quando comparados com os demais. O plano está evoluindo nas bandeiras Youcom e Camicado. A recém-lançada Ashua, que possui apenas três unidades, já é multicanal.

Gomes informou que a sucessão do presidente José Galló está próxima de ser definido. “O mandato do Galló foi estendido até abril de 2019, quando acontecerá a assembleia geral ordinária”, observou.

Sobre os resultados financeiros do trimestre, a empresa reportou lucro líquido de R$ 194,2 milhões, alta de 38,4% em base anual. O resultado veio acima da média de R$ 155,8 milhões, feita com seis instituições financeiras. O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado total totalizou R$ 347 milhões, crescimento de 15,9%, superando também as previsões.

A Renner conseguiu expandir a margem bruta, em 0,4 ponto percentual, para 54,3%, devido à estratégia comercial. Laurence Gomes destacou o controle de despesas feito, mesmo em momento de transformação digital da empresa.

Fonte: Valor Econômico


Este portal e suas ferramentas utilizam cookies para seu perfeito funcionamento como descrito nas políticas do site. Se quiser saber mais ou quiser bloquear os cookies veja aqui. Política de cookies.
Ao fechar esta banner, rolar esta página, clicar em um link ou continuar a navegação de qualquer outra forma, você concorda com o uso de cookies. Aceito